Não se casar com uma filipina

Porque Portugal se tornou uma república...

2019.12.21 05:06 silveringking Porque Portugal se tornou uma república...

Este artigo é de história, sobre uma história que muitos não devem conhecer. Vou vos falar de um grande líder português que não tem a merecida atenção, este líder é considerado por muitos o Jacques Costeau português, estamos a falar é claro de D. Carlos... Toda a gente sabia que ele foi assassinado, mas antes de falar de D. Carlos tenho de falar de D. Maria II. D. Maria a avó de D. Carlos. Dona Maria era muito devota, talvez demasiado, ela acreditava que o seu dever era produzir filhos, e produziu uma quantidade de prole imponente deveras. Só que há outro aspecto da devoção de D. Maria, na altura a Igreja Católica não acreditava em vacinas, por isso ela não vacinou nenhum dos filhos. Logo todos os filhos homens de D. Maria ficaram doentes e morreram de doenças que poderiam ser evitadas se ela fosse um pouco menos "devota". Todos menos um D. Luís, a quem honraram com uma ponte no Porto muito famosa. D. Luís ficou doente mas não morreu... D. Luís não tinha a capacidade reprodutiva da mãe, provavelmente por ter o sistema imunitário enfraquecido... Posso estar errado, mas a falta de cuidados médicos correto pode lhe ter afectado a contagem de esperma. Logo ele só conseguiu produzir dois filhos e morreu relativamente novo. Deixando como herdeiro um jovem D. Carlos.
Agora toda a gente fala no Mapa Cor de Rosa e como Portugal queria unir as suas colónias de Angola e Moçambique por terra, mas os Ingleses fizeram um ultimato pois também estavam interessados e D. Carlos cedeu. O que ninguém diz é que quando isto aconteceu D. Carlos acabara de herdar a coroa e tinha a casa em pantanas, não tinha recursos para ir à guerra com os ingleses. Sabem aquela linha do nosso hino nacional? Contra os canhões marchar, marchar. Bem, foi inicialmente um poema anti-britânico e dizia: Contra os bretões marchar, marchar. O que ninguém diz é que se D. Carlos o tivesse feito, tínhamos levado uma coça histórica, pensem quantos de vocês iriam à guerra sem ter recursos para isso? Ele também não foi... Os republicanos da altura aproveitaram-se deste facto e lançaram falsa propaganda sobre o assunto durante anos e anos, pregando mundos e fundos que eles teriam batido pé aos ingleses, lá para o final até D. Carlos achava que qualquer dia era assassinado. E foi, assim como o filho mais velho, que já agora era também um líder promissor à morte de D. Carlos. D. Manuel nem sequer tinha sido preparado para ser líder, os esforços foram todos focados no filho mais velho. Nem D. Manuel nem D. Afonso, irmão de D. Carlos, tinham herdeiros legítimos, aliás D. Afonso era casado com uma mulher que na altura já se tinha divorciado duas vezes antes de casar com ele, por isso yah, nem pensar que D. Afonso podia ser herdeiro... Se quiserem saber o porquê perguntem à Igreja Católica sobre a sua opinião no assunto do divórcio.... Vamos só dizer que só existem dois países no mundo que não permitem divórcio, as Filipinas e o Vaticano... Diz muito sobre o assunto não? D. Manuel morreu muitos anos depois lá pela casa dos 40 e sem filhos, não entendo bem porquê, mas deixou a coroa em herança a um primo afastado que era o pai do herdeiro da coroa actual...
O resto é história...
submitted by silveringking to portugal [link] [comments]